terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Pensamentos Avulsos: Admitida Dor

Me peguei pensando sobre os conselhos que não me dei e deveria.
Me peguei questionando sobre o porquê de certos sentimentos.
Me peguei sendo sincera comigo.
Sobre sinceridade, estou me admitindo. Isso mesmo, estou admitida em minha própria vida. 
Olhei tanto para ela como espectadora sempre à espreita por medo de sofrer que cansei. 
Cansei de ser telespectador da minha dor que era sentida como lança afiada partindo o peito em dois, mas não era encarada de dentro para fora. 
É, eu estou sofrendo. Ainda estou. Infelizmente estou. Também admito a dor. É preciso.
Olhando a dor de dentro e não como alguém que só quer demonstrar que não a sente; ela é dura comigo, mas não é o fim do mundo.
Afinal, preciso continuar aqui, há tanto por vir, tanto para viver, tanto para ser.